Dia dos namorados

São Valentim, São Valentim não te lembraste de mim…

Ela era romântica e ansiava por dias assim: dia de Natal, dia de Ano Novo, aniversário do namoro, dia dos Namorados, etc.
Nessa segunda feira, era dia de São Valentim. Ela chegou-se ao pé do marido e disse :
– Sabes que hoje é dia de São Valentim?
– Sim e então?
– É o Dia dos Namorados.
– Ah sim! Ainda bem que eu sou casado, pois assim não tenho que comprar nenhuma prenda.
Ela sorriu ternamente e não disse mais nada. Chegou ao pé das amigas e contou-lhes, dando ao relato uma grande nota de humor, pois era uma grande contadora de histórias. E ela sabia compor o ramalhete.

As amigas riram muito com as peripécias que ela introduziu.
Nota: Qualquer relação desta história com a realidade não é pura coincidência.
Post Scriptum:
O protagonista desta história não se chama Amadeu. Esse é um pintor, gosta de poesia e é romântico. Graças a Deus…
Maria Vitória Afonso

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.