CORONAVÍRUS-COVID19

Resolvi escrever este artigo acerca deste senhor para lhe dizer que visitas destas não as precisamos, pois que, dado o que está a acontecer neste mundo global, ele só nos veio trazer mortes e todas as desgraças com que ele nos brindou.
Descoberto num laboratório da cidade chinesa de WUHAN, o acima citado está a propagar-se com rapidez por todo o mundo e, em certos países, ele tem feito bastantes estragos em vidas  humanas, infetando inúmeras pessoas muitas delas hospitalizadas nos cuidados intensivos.
Neste momento, estima-se que os EUA têm cerca de 30% da sua população infetada e a EUROPA na sua totalidade com 36%.
Não há medicamentos eficazes para o combate deste vírus e os que diziam ser bons para o seu tratamento já foram desmascarados porque não o são. E o mesmo se passa com a vacina, pois que nenhuma ainda está pronta para poder ser utilizada, o que vai demorar o seu tempo.
Esta é uma doença infecciosa causada por um novo vírus, altamente contagiante e, por isso, todo o cuidado é pouco, pedindo-se a todos que respeitem as regras de segurança e de higiene, para que possamos fazer um combate sério na erradicação desta pandemia.
Sei que é um pouco difícil suportar esta prisão domiciliária que nos impuseram e a mim custa-me imenso, pois estou habituado às minhas caminhadas e agora só as faço aqui atrás de onde habito por esses campos fora, mas tendo em conta cumprir com tudo o que está determinado.
Notícias a circular nas redes sociais dizem que este vírus começou a ser preparado nos EUA e que, por imposição das entidades de saúde americanas, não permitiram o seu fabrico por ser altamente perigoso, indo parar à CHINA, após mútuo acordo e depois foi a desgraça que todos sabemos.
Nas redes sociais foi também noticiado que certos países como os EUA, o JAPÃO, a AUSTRÁLIA e outros, além de exigirem da CHINA que assuma a sua responsabilidade acerca desta tragédia, que compense o mundo por estas mortes e pela desgraça económica que isto nos veio trazer e ainda que todos os seus investimentos saiam daquele país.
Enfim, será caso para dizer: a CHINA ofereceu-nos a doença e agora está a cobrar-nos a cura!  Por isso, meus amigos, penso que a nossa antiga vida jamais a vamos ter, mas, faço votos para que me possa enganar, pois eu gostava que ela voltasse porque era sinónimo de que tudo voltava ao normal.
Vou terminar e desejar que nos possamos voltar a encontrar na UNISSEIXAL no próximo ano letivo e que tudo possa correr pelo melhor.
Outra coisa que decidi fazer foi o de não ouvir os nossos noticiários televisivos, pois que os mesmos me traziam uma certa ansiedade e eu não queria arranjar um problema psicológico. Esses senhores bombardeiam-nos de manhã e à noite e uns dizem uma coisa e os outros outra e não se sabe ao certo a verdade.

Por isso vamos vivendo o dia a dia até que a morte nos bata à porta. Saudações do
Alberto Cipriano Ferreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.