Baía do Seixal

A nossa baía

O Tejo, já no final da sua longa viagem, antes de se entregar ao mar, maravilhado com o que avistou, espraiou-se e formou a linda Baía do Seixal.
Este recanto paradisíaco deu origem a um importante ecosistema, onde se alberga uma grande variedade de plantas, aves aquáticas e outras espécies de origem marinha.
As suas águas calmas e pouco profundas, que espelham o céu intensamente azul, são ainda um deleite para os olhos de quem as observa e um abrigo natural para aves migratórias e pequenas embarcações.
Dispersos, inúmeros barquinhos enfeitam as suas águas e servem de poleiro às gaivotas, que displicentemente se balançam nas suas amuradas, antes de rumarem ao mar alto.
À distância de um olhar, está a linda Lisboa, assente nas sete colinas, com o imponente castelo a dominar o grande estuário.
Os Catamarãs que fazem a travessia entre o Seixal, Barreiro e Lisboa, agitam as águas à sua passagem e, dão-nos uma bela visão cinematográfica, de todo o percurso.

São Tomé

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.