Natal da Saudade

Na secular igreja da vila
Mais uma mística Missa do Galo
O sentimento revisita e perfila
Minha presença saudosa, assinalo

Meu ser em grande êxtase apostila
Eufórica, para Jesus, rezo e falo
Minha alma, louvando a Deus cintila
Do verde do presépio o aroma inalo

Ah! Belos natais aqui com os irmãos
Em bem velhas calçadas, dando as mãos
A caminho de ir beijar o Deus Menino

Sinal dos tempos, hoje da cidade
Parti, para vir matar saudade
Meu coração voou ao som do sino.

Maria Vitória Afonso

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.