OPINIÕES FINAIS – AVALIAÇÃO

Esta foto fica como registo dos alunos da “Oficina…” (quase todos…) no mês de Junho/2017. Caras sorridentes com quem deu gosto trabalhar. AH

 

E AGORA OS TEXTOS DOS ALUNOS:

 

A experiência de frequentar a “Oficina de Português” foi muito positiva, de forma a aprender e rever conteúdos e matérias essenciais ao bom uso da nossa língua.

Na globalidade, não há pontos negativos a referir, apenas talvez o ter terminado!

Gostaria de ver o novo acordo ortográfico abordado no próximo ano.

O blogue é uma boa mostra para a temática e para os nossos textos.

Florentina Matos

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 

Para mim, este ano lectivo foi muito positivo, até porque foi o primeiro.

O aspecto negativo é o professor estar a usar da palavra e algumas alunas manterem-se à conversa ou os telemóveis não serem desligados. Acho qualquer uma das situações muito pouco educativas.

Todos os temas tratados foram interessantes. Gostava que a leitura em voz alta tivesse mais atenção. Todos lemos muito bem em voz baixa, em voz alta a conversa já é outra.

Como não tenho computador e também não sei mexer-lhe, não posso falar sobre o blogue.

O meu texto pode ser publicado, mesmo sem saber qual o transporte que devo apanhar para ir ao blogue.

Manuela Marques

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 

Fui parar à Oficina de Português pela necessidade de aprender mais alguma coisa e querer aperfeiçoar os meus conhecimentos.

Não sabia ao certo o que era a Oficina de Português, já que era uma novidade, mas tem sido uma agradável surpresa. Tem sido muito positiva a maneira como as aulas decorrem e nos motivam a aprender cada vez mais. Gosto dos casos colocados para esclarecimento de dúvidas e erros.

Gosto muito das aulas. Foi bom assistir às aulas pelo Sr. Professor António Henriques. Obrigada!

Quanto ao blogue, é algo muito positivo, já que nos permite relembrar alguns temas dados.

Não me importo que seja publicado o meu texto.

Celeste Martins

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 

Nesta aula, foi sempre tudo muito positivo. O que primeiramente me motivou a inscrever-me foi o título da disciplina “Oficina de…”. E depois a ironia do Amadeu: se vamos para a oficina, teremos de nos munir de ferramentas! E eu disse: o professor dará a ferramenta…

Sabendo o professor um sábio utilizador da língua portuguesa, não me preocupei. E também porque a sua utensilagem mental resulta duma experiência ao longo dos anos como aluno e depois como professor. Foi, portanto, muito positivo o tempo de aulas que tivemos.

Também quero falar dos alunos/as. Eu nunca estive em nenhuma turma que tivesse tanta empatia e capacidade de assimilação. Todos os textos que as/os colegas enviavam para o blogue eram humanos e maravilhosos. Estes alunos souberam fazer jus à preparação brilhante que o professor fez sempre das aulas.

Não vi nenhum aspecto negativo…

Gostaria que analisássemos textos de escritores que andam um pouco esquecidos: Aquilino, Júlio Dinis, Brito Camacho, Afonso Cautela e outros.

O blogue está óptimo. Com textos muito criativos que falam sobretudo da infância de algumas colegas num tempo em que a vida erdiferente, mas que faz bem recordar.

O meu texto pode ser publicado no blogue.

Maria Vitória Afonso

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 

Quando me inscrevi na Unisseixal para este ano lectivo que agora termina, fiquei curiosa com o nome que davam à disciplina de Português. Não hesitei e inscrevi-me na “Oficina de Português”.

Há 73 anos, a minha experiência na Instrução Primária do Ensino Particular foi um desastre: ponteiradas na cabeça, puxões de cabelos, beliscões e bofetadas. Pouco ou nada aprendi e passei para o ensino oficial. Aí era tudo mais calmo, com o retrato do Salazar a impor respeito; apanhávamos menos pancada, mas às vezes lá ia um para a janela com orelhas de burro.

Pensando bem, agora com a minha idade, não corro riscos e vou finalmente aprender gramática a sério. E não me enganei!

Adoro a minha aula! Foca aspectos importantes da nossa língua, que às vezes nós próprios tratamos tão mal, aborda temas literários dos nossos grandes escritores, explica como se faz poesia, ajuda-nos a interpretar expressões ou palavras complicadas, discutimos opiniões, partilhamos experiências de vida já vividas e no blogue aparecem os nossos textos, que, mal ou bem, resumem factos das nossas vidas.

Acho que é uma aula perfeita. Não reprovei, não levei orelhas de burro, admiro a competência do meu professor e gosto de todos os meus colegas.

Obrigada, professor Henriques!

Até para o próximo ano.

A aluna: Maria Irene Veiga

Nota: pode pôr o meu texto no blogue, mas sem fotografia(!).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.