Enquanto criança, vivi sempre numa cidade que considero linda. Ela é sempre para mim a minha cidade. Penso que conhecia todos os recantos, pois era muito livre, juntava-me com os colegas da escola e lá íamos nós brincar por todos os sítios possíveis e imaginários. Perto da cidade, corriam ribeiros cheios de girinos, que faziam as… Read More


Nasce mais uma vez Nasce mais uma vez, Menino Deus! Não faltes, que me faltas Neste inverno gelado. Nasce nu e sagrado No meu poema, Se não tens um presépio Mais agasalhado. Nasce e fica comigo Secretamente, Até que eu, infiel, te denuncie Aos Herodes do mundo. Até que eu, incapaz De me calar, Devasse… Read More


A minha infância até entrar na escola primária foi feliz. Brincava na rua com as minhas amigas e corríamos pela aldeia fora inventando brincadeiras, porque brinquedos não havia. Na escola, gostei de aprender, mas tenho também más recordações porque apanhei uma professora sem muita paciência. Naquele tempo, em vez de ensinar, era permitido bater nas… Read More


Texto de Natal da Valéria, uma ucraniana a começar a aprender o Português, que quis também colaborar no blogue com um texto sobre esta quadra.  Daqui a um ano, verão um novo texto e, de certeza, um português muito mais perfeito.   (15/12/2016) CLICAR NO TEXTO PARA ABRIR.… Read More


Hoje, que já passaram muitos natais depois dos muito ingénuos da minha infância, continuo a gostar, a amar e a viver esta época quase com a mesma felicidade. Naquela casinha pequenina, onde só cabíamos nós e os parcos móveis que uma família pobre tinha na província, os dias anteriores ao Natal eram vividos a falar… Read More


No início de Outubro, até parece que o tempo desliza, flui mais rapidamente.Terminado Outubro, é ver o Novembro caminhar e ouvir as pessoas a dizerem: – Já cheira a Natal! Algumas ignoram até que há aqui uma bonita sinestesia. E eu, como aguardo eu o Natal?! Depois de passados tantos natais, já não o aguardo… Read More


NOTA: Com este texto, começamos a apresentar os produtos da nossa Oficina. Nada de especial, é verdade, mas para os alunos são pérolas que estamos a descobrir dentro de nós próprios. Somos capazes de dizer e escrever coisas sobre a nossa história e a nossa experiência. A minha infância Eu nasci no seio de uma… Read More


Recordo um episódio real que aconteceu na minha infância, mais precisamente quando tinha oito anos. Andava na escola primária no Bairro das Colónias, em Lisboa, perto da Av. Almirante Reis, de onde sou natural e onde cresci. Durante algum tempo, fui seguida por uma mulher, não sei ao certo quanto tempo. Recordo que a mesma… Read More


Vou falar um pouco da minha história. Fui uma criança feliz, pois fui desejada pelos meus pais e avós. Fui a primeira neta e, como tal, fui muito mimada. Brinquei muito, saltei, pois sou de um país tropical, com muito sol e alegria. Já no liceu, durante a adolescência, também fiz muitos amigos, o que… Read More


Fui sempre uma pessoa muito feliz. Tinha um pai maravilhoso que passeava muito comigo. Mas, quando tinha catorze anos, Deus chamou-o à sua presença e eu fiquei muito triste. No entanto, como sou muito positiva, com o lema “tudo passa”, fui vivendo sempre o melhor possível, mas sempre e até hoje, com a recordação maravilhosa… Read More