Sonetos a esmo

A poetisa a poetizar! Entra com ironia mas acha que o ano será bom se os sonetos encherem os seus dias. AH

Surgindo o Ano Novo, vida nova
É o que todos pensam com euforia
E eu que ensimesmo e quero a prova
Aceito o Ano Novo com ironia.

Um estilo de vida que nada inova
Sabatina de sonetos com alegria
Quero manter e nossa amizade aprova
Vamos então escrevê-los com mestria.

Fazem parte da nossa vida de cultura
Dão riqueza interior à nossa alma pura
Beleza interior para nós um benefício.

E que este dois mil e vinte e dois
Nos mantenha essa inspiração, pois
Nós gostamos a sério deste ofício.
Maria Vitória Afonso

Ao poeta Eduardo Maximino o meu 1º soneto de 2022

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.