Senão ou se não?

Na última aula, estudámos o emprego destas expressões, que não é fácil. Em resumo, ficámos com estes apontamentos:

Senão é normalmente um elemento de ligação com vários significados:
a – Caso contrário, de outro modo
Corre, senão faltas à aula…
b – Mas, porém
Não passa quem quer, senão quem muito estuda.
c – Exceto, a não ser
Hoje ninguém falou, senão o professor.
d – Apenas, só
Ele não é treinador, senão adjunto.
e – “não … senão…” é igual à positiva “somente, apenas, só”…
Ele não tinha senão que pedir desculpa…= Ele tinha que pedir desculpa.
f – A expressão “senão quando” significa de repente, quando subitamente:
Estava distraído, senão quando chega o comboio…
 
NOTA: Como nome, significa “defeito”, “falha”
Não há bela sem senão. Só tens um senão: és baixo.

Se não (com duas palavras) exprime sempre uma condição. É quase sempre possível introduzir uma palavra entre os dois elementos ou substituir o “se” por “caso”.
Se não fores ao passeio, perdes o melhor do ano. (Se tu não fores…)
Se não estudares, vais chumbar. (= Caso não estudes…)
Tu não consegues se não te ajudar. (= se eu não te ajudar)

EXERCÍCIO

Também o caro visitante pode experimentar responder a este trabalho.
Basta sublinhar a forma correta em cada uma das frases:
1 – Fala mais alto, se não / senão não te oiço.
2 – O que é a vida, se não / senão uma luta?
3 – Se não /senão estás calado, zango-me.
4 – A recompensa não é para já, se não / senão daqui a anos.
5 – Se não / senão te oiço, como te posso responder?
6 –  Não faz mais nada, se não / senão pensar na viagem.
7 – Se não / senão for possível comparecer à consulta, avise-nos.
8 – Não era diamante nem rubi, se não / senão cristal.
9 – Não encontrei um se não / senão no teu trabalho.
10 – Temos de seguir a regra, se não / senão não chegamos lá.

SOLUÇÃO:  1b, 2b, 3a, 4b, 5a, 6b, 7a, 8b, 9b, 10b.

António Henriques

2 comentários em “Senão ou se não?”

    1. Muito obrigado pelo seu interesse. Não espere novidades todos os dias, dado que se trata de um simples blogue de uma turma da Unisseixal. António Henriques

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.