A minha vinda para Portugal

O meu nome é João Carlos, tenho 63 anos e sou holandês. Trabalhava na Holanda como enfermeiro-chefe em dois hospitais grandes e tinha sempre  plantão de tarde e de noite.  Passei muitas vezes as minhas férias em Portugal e sempre gostava do tempo, da comida, da bebida, da língua e do povo português.

Há mais de 25 anos atrás, encontrei o meu parceiro brasileiro em Lisboa durante uma dessas minhas férias aqui. Sempre sonhávamos e falávamos em morar num outro país sem ser a Holanda.

A partir de dezembro 2017, as nossas vidas tomaram um outro rumo. Eu sofri um grave acidente de moto, fui operado e não podia trabalhar durante meio ano porque tinha que fazer reabilitação.

Depois de sempre falarmos que gostaríamos de morar num outro país, finalmente tirámos esse nosso projeto do fundo da gaveta que estava lá há muitos anos e concretizámos esse nosso grande sonho. Vendemos a nossa casa em Amesterdão, eu reformei-me e o meu companheiro pediu a demissão do trabalho.

Estivemos no ano de 2018 várias vezes em Portugal à procura de uma casa para alugar e isto levou bastante tempo, mas, com a ajuda dos sites imobiliários, encontrámos um apartamento no bairro Saldanha, em Lisboa. A partir daqui, começámos uma tão desejada nova vida “numa casa portuguesa com certeza” e partimos da Holanda para Portugal.

Morámos durante um ano em Lisboa. No entanto, decidimos que não queríamos sempre viver numa casa alugada.

Nesse período, resolvemos procurar uma casa para comprar. Depois dessa grande procura e de vermos muitas casas em toda a Lisboa e seus arredores, finalmente encontrámos a moradia dos nossos sonhos no Seixal e estamos bastante felizes.

Depois de duas mudanças num só ano, agora é muito bom para nós termos o nosso sossego e tranquilidade no Seixal, uma cidade que encantou os nossos corações da primeira vez que colocámos os nossos pés nessa linda cidade ribeirinha do Tejo, que é muito acolhedora e hospitaleira.

Jan Karel

2 comentários em “A minha vinda para Portugal”

  1. Duas palavrinhas para o Jan Karel
    Meu amigo, permita-me que eu o trate assim, pois, a maneira como falou da sua forma de vida é duma grande sensibilidade.
    Bem haja por ter escolhido este pobre país para viver e, ainda bem que o fez, pois nós «tugas» podemos não ser ricos mas uma coisa é certa, sabemos receber toda a gente e gostamos de conviver e, ao mesmo tempo, gostamos de ser prestáveis . Por isso não se admire pois nós somos assim mesmo.
    Fiquei bastante surpreendido da maneira como trata a nossa língua e ,posso garantir-lhe, que há muitos portugueses que não escrevem tão bem como o João Carlos.
    Uma vez que optou pelo Seixal, uma cidade ribeirinha e hospitaleira ,faço votos que por aqui possa continuar a viver e, possamos estreitar mais a nossa amizade dentro e fora da Unisseixal

    Alberto Cipriano Ferreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.