Descobrir erros

Não é o erro gravíssimo da espuma branca a poluir o Tejo.
É outro. Descobrem-no?

Um manto de espuma branco surgiu, esta quarta-feira, no rio Tejo, numa zona junto a Abrantes, e levou a que a Agência Portuguesa do Ambiente intervisse, para averiguar a origem desta sujidade.

“SOL” – 25/01/2018

RESPOSTA: Caro Professor, gosto, de vez em quando, de “passar” pelo blogue. Assim, vi o titulo “Descobrir erros” e, claro, o que está correto é: ….levou a que a A . P. do Ambiente interviesse….e não “intervisse”.

Um abraço, Manuel Luís (27/01)

UMA PERGUNTA: É correcto ou errado dizer:
Se ele entrevisse o resultado, mudava de atitude.

RESPOSTA: Hoje, na aula, eu bem vi os alunos aflitos com a conjugação destes verbos derivados de vir e ver!

Em conclusão, “entrevisse” é uma forma do verbo entrever, que, por ser derivado de ver, tem de ser conjugado como o verbo ver. E, se não nos precavemos antes, com facilidade erramos, confundindo vervir. 

Exemplos a reter: prover, antever, rever, entrever… — são derivados de ver;

Mas intervir, provir, advir … — são derivados de vir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.